Quando os números mentem

2
123
views

Por @andrechuahy.

Salve, foliões tricolores.

Passados os dias do carnaval, voltamos nossas atenções para o nosso querido São Paulo.

E hoje é dia de falarmos sobre alguns números favoráveis ao São Paulo, mas mentirosos dentro das quatro linhas.

Primeiro falaremos sobre a posse de bola. Nossa equipe joga com a bola no pé. Temos maior posse de bola que, por exemplo, o Palmeiras, que sequer empatou no campeonato. Graças aos times do Guardiola, a posse de bola virou um quesito de extrema importância para técnicos e torcedores. Porém, posse de bola e domínio de jogo são coisas totalmente distintas. Por mais que tenha a posse de bola, o São Paulo não domina seus adversários. A bola roda de um lado para o outro, sem que os jogadores saibam o que fazer com ela. As equipes do Guardiola ficam com a bola, mas se movimentam excessivamente, em busca de espaços.

O Bayern antes do Guardiola, não era um time de posse de bola, assim como o Real Madrid não é. São times de jogadas de velocidade e definição rápida de seus ataques.

Contra o Corinthians, por exemplo, o São Paulo teve a bola, mas o domínio foi do adversário. Há várias maneiras de se ter o domínio do jogo e posse de bola sem inteligência e organização tática, não é uma delas.

Passando para o segundo ponto, a nossa defesa não foi vazada nos últimos três jogos e o desempenho no ano é semelhante ao de 2008. Porém, quem realmente assiste aos jogos e não vê apenas números, sabe que isso está longe de ser atribuído a um desempenho acima da média de nosso sitema defensivo. Em tempo, não estou criticando a defesa, apenas ponderando a situação.

Lembrando apenas os últimos três jogos, podemos lembrar a enormidade de chances claríssimas que o Madureira teve para marcar seu gol, as duas bolas na trave contra o Botafogo e os milagres de Sidão, contra o próprio Botafogo e o Bragantino.

Apesar de achar que nosso sistema defensivo está mais organizado, não é essa beleza toda, como dizem os números.

Que possamos então nos apegar mais ao que apresentamos em campo, do que aos números. Pois os números de nada servem, a não ser para aqueles que querem se enganar.

Aquele abraço e VAMOS SÃO PAULO!

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here