Da festa e do futebol

0
206
views

Por: JulioCSoares

Foto: Uol

Aos que não deitam às ruas ao som das inúmeras cantigas carnavalescas, deixo meu lamento, mas afinal gosto é gosto, e respeito o seu, caro leitor!

Na pausa da vida ao longo destes 4 dias de festa, a maior festa do mundo, o São Paulo folgou e deu um tempo a este que vos escreve para deixar de lado as preocupações e angustias com o time que  vem dando trabalho ao longo de inúmeros carnavais.

A folga cessa justamente na quarta de cinzas, tem Copa, tem jogo, tem decisão. Estas cinzas podem ser perigosas, já que o torneio é o calo no nosso sapato e alguns vexames já sambaram nessa passarela, deixando nós, foliões torcedores, com a pulga atrás da orelha. Mas vamos combinar, é só vencer, tudo resolvido e folia garantida até a próxima eliminatória.

O abre-alas da classificação contra a equipe de Alagoas passa justamente pelo fato de entrar em campo sabendo que pode perder, apesar da superioridade técnica, afinal, como na vida, o futebol traz o imprevisível na cartola e justamente, nos momentos mais oportunos (ou não), ela é posta à mostra e derruba a todo tempo quem se utiliza da soberba. Cuidado!

A dificuldade em encontrar um bom jogo é o grande desafio de nosso comandante. A manutenção da equipe é algo valioso nesse momento e a semana de folga das competições que disputa pode ser um ponto de virada na preparação do time. Dorival tem a missão de mostrar a tão falada evolução e dar uma cara ao menos competitiva e que consiga fazer com o que o torcedor sonhe, acredite que é possível voltar a vencer não só alguns jogos, mas campeonatos.

No mais, na terra do Sol, da festa e do futebol, tudo gira no compasso do surdo de marcação e no passo sincronizado do mestre sala e sua porta bandeira. Que o retorno do futebol, do nosso São Paulo não atravesse o samba e venha com cara de vitória.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here